A+ A-

 Basear-se em Macau e com o prestígio internacional Cientista, nascido e crescido em Macau — Dr. Elvis Mak Pui In

  O Dr. Elvis Mak Pui In é um jovem cientista, nascido e crescido em Macau, cujas invenções foram reconhecidas, por quatro vezes, pelo Escritório de Patentes e Marcas dos Estados Unidos. Para além disso, na área da microelectrónica, estabeleceu, ainda, por diversas vezes, novos recordes mundiais. Com o suor derramado e o espírito perserverante, explorou esse pedaço de “Oásis científico”. O seu percurso de crescimento e de luta pela vida marcou, assim, o progresso da força da ciência e tecnologia de Macau.

Talento iminente nas investigações científicas

  Sabemos, através do currículo do Dr. Mak, que ele foi recomendado para tirar o curso de licenciatura em Engenharia Electrotécnica e Electrónica, da Universidade de Macau, após concluir os seus estudos secundários no Instituto Salesiano da Imaculada Conceição. Foi durante a frequência da Universidade, que as potencialidades do Dr. Mak, na vertante da investigação científica, foram exploradas, pelo seu professor, o Professor Doutor Rui Martins, especialista em Engenharia Electrotécnica e Electrónica e vice-reitor da Universidade de Macau, oriundo de Portugal. Nessa altura, a Universidade, para lhe permitir ter mais tempo para se concentrar nas pesquisas microelectrónicas, propôs, ainda, que, ele pudesse “saltar o ano” para continuar a frequentar os seus estudos, reduzindo-lhe, também, durante o curso de mestrado, a frequência das disciplinas que não estavam relacionadas com os contéudos microelectrónicos. Deste modo, ele conseguiu, enfim, em apenas três anos concluir os seus cursos de mestrado e de doutoramento. O Dr. Mak passou, assim, a ser o primeiro estudante a concluir o curso integrado de mestrado e de doutoramento, na história desta Universidade.

Dedicação às investigações quase sem dormir nem descansar

  Todos os esforços, dispendidos pelo Dr. Mak, não são menos do que os das outras pessoas. Ele citou, assim, um exemplo, conforme o seu pensamento analógico de Engenharia, o que ele faz é “como um retângulo vertical que se coloca na posição horizontal”, ou seja, "já que, assim, há menos tempo para concluir, então há que ter um pensamento mais concentrado e cuidadoso". Naquele tempo, ele fazia as investigações, dia e noite, de qualquer maneira, para economizar mais tempo, ficando “dormir uma vez durante dois dias”.

Compara o input e o output deste Laboratório com os dos primeiros laboratórios chave estatais

  Depois de concluído o seu curso, o Dr. Mak ficou, como investigador, num departamento, da Universidade, relacionado com a sua área de especialização, tendo sido promovido, em seguida, respectivamente, a professor auxiliar e a professor associado. Durante dez anos, um dos trabalhos principais é criar, em colaboração com o vice-reitor, Professor Doutor Rui Martins, e o Professor Doutor U Seng Pan, o Laboratório Chave Estatal de Sinal Analógico e Misto VLSI que é o mais pequeno laboratório-chave nacional e com a dimensão de apenas 200 m2 e um total de trinta estudantes e docentes. No entanto, com imenso esforço, durante muitos anos, conseguiram-se, assim, resultados notáveis. No campo do estudo dos circuitos integrados, até agora, já se bateram, muitas vezes, os recordes mundiais das Olimpíadas da Microelectrónica (Technical Program Committee of the International Solid State Circuit Conference). A despeito de ser um laboratório de pequena envergadura e o investimento dos recursos ser muito menor, este Laboratório, tem resultados de investigação abundantes. Posto isto, podemos dizer que o Laboratório merece, de facto, estar no primeiro lugar, no que se refere a projectos semelhantes no País.

  “Penso sempre como é que Macau, sendo uma cidade tão pequena, pode contribuir para o nosso País? A meu ver, tal só mostra conhecimentos e técnicas mais fortes, pois, pode permitir que o desenvolvimento do País e de Macau possam ser melhor reconhecidos no palco internacional”. Actualmente, pensamos que o Dr. Mak pode atingir o seu alvo e que a equipa de estudo da micro-electrónica da Universidade de Macau já está numa posição de liderança, nos sectores académicos e industriais. Assim sendo quase todos mesmo no sector industrial, conhecem o nome do Dr. Mak, desejando, ainda, recrutá-lo. No entanto, o Dr. Mak não se sentiu atraído por esses recrutamentos.

  O feito do Dr. Mak, é, talvez, uma história muito comum. Entretanto, parece que, o seu lema “Atribuir em primeiro lugar e recompensar em seguida” lhe permiti obter bons resultados e um êxito extraordinário. Desta maneira, o Dr. Elvis Mak Pui In, o mais novo e jovem cientista local, caminha, passo a passo, para a sua meta de sucesso.